Centro Cultural Dr. Pedro Marini

centro_cult

Em 1913, o Sr. Baldomero Barbará (Cônsul Argentino) mandou construir este prédio para a residência particular de sua família.

O prédio foi planejado por um arquiteto argentino. A maior parte do material para a construção foi importado da Itália, o estilo é neo-clássico e alguns detalhes lembram o estilo romano, as portas em artnoveau são francesas.

No prédio foi instalado o 1º elevador e a 1ª calefação interna da cidade.

Em 1930, Baldomero trocou o prédio para o Ministério do Exército e mudou-se para o Rio de Janeiro com sua família, tendo o Exército aqui instalado o Q.G. da Divisão de Cavalaria, mais tarde 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada.

Em 1978, o exército transferiu-se para o antigo quartel de Fuzileiros Navais às margens do Rio Uruguai, tendo cedido por comodato) as dependências à Prefeitura Municipal, que aqui instalou o Centro Cultural.

O Centro Cultural de Uruguaiana foi idealizado e implantado pelo Prefeito Municipal Cel. Antônio Augusto Brasil Carús.

A comunidade uruguaianense associando-se a iniciativa do Prefeito, participou ativamente do empreendimento, fazendo doações de peças de incalculável valor.

O Centro Cultural de Uruguaiana foi inaugurado em 14 de maio de 1978, pelo então Ministro Chefe do SNI Gen. João Baptista de Oliveira Figueiredo. Pouco antes de sua posse na Presidência da República.

Leva o nome de Dr. Pedro Marini em homenagem ao iminente Médico que sempre trabalhou em prol da cultura.